Nasa apresenta sonda que vai para o Sol em 2018

Imagem (crédito): mensageiro sideral

Após décadas de ansiosa espera da comunidade científica, a Nasa está pronta para despachar uma espaçonave não tripulada destinada a realizar voos rasantes sobre o Sol.

A sonda, chamada Solar Probe Plus, tem lançamento marcado para meados de 2018. Ela será colocada numa órbita bastante alongada em torno do Sol, similar à de um cometa de curto período. Com a ajuda de passagens de raspão por Vênus, ela irá pouco a pouco ajustando seu periélio para que ele chegue mais e mais perto do Sol.

No ponto de máxima aproximação, sua trajetória deve levá-la a cerca de 6 milhões de quilômetros da superfície de nossa estrela-mãe — dez vezes mais perto dela que Mercúrio, o mais interno dos planetas.

Nesta quarta-feira (31), a agência espacial americana realiza um evento na Universidade de Chicago para divulgar detalhes do projeto, que tem basicamente dois objetivos: compreender a dinâmica da nossa estrela num nível de detalhamento sem precedentes, estudando em particular a coroa solar, e com isso ajudar a proteger a Terra de supertempestades solares — eventos que, em princípio, poderiam afetar nossos equipamentos elétricos e causar trilhões de dólares em prejuízos.

Um dos maiores enigmas que a sonda poderá decifrar é o porquê de a atmosfera solar ser milhões de graus mais quente que a fotosfera — a superfície do Sol, que tem relativamente modestos 5.600 graus Celsius.

Há muito tempo os cientistas vêm querendo investigar isso, mas para tanto precisam enviar uma sonda até lá. E só agora a tecnologia chegou a um ponto em que a Nasa se sente confiante de que poderá realizar a missão com sucesso.

Os equipamentos da Solar Probe Plus — uma câmera e diversos sensores de partículas e campos magnéticos — estão todos escondidos atrás de um avançado escudo térmico feito de materiais compostos de carbono. Enquanto o lado voltado para o Sol enfrentará uma fritura de cerca de 1.400 graus Celsius, os sistemas eletrônicos estarão em temperatura ambiente.

Isso se tudo der certo.

Independentemente do sucesso, graças à poderosa gravidade solar, a sonda será a mais rápida a viajar por essas bandas — em sua passagem mais próxima pelo Sol, ela estará voando a inacreditáveis 720 mil km/h! São 200 km a cada segundo, o equivalente a 0,07% da velocidade da luz!

O objetivo da missão é realizar 24 órbitas ao redor do Sol, entre 2018 e 2025. E ela não estará sozinha. A ESA (Agência Espacial Europeia) também está planejando uma sonda dedicada a observar nosso astro-rei de perto. Chamada de Solar Orbiter, ela deve decolar em outubro de 2018, mas não chegará tão perto quando a Solar Probe Plus.

Em ambos os casos, contudo, como toda espaçonave a voar por território desconhecido, espera-se que elas tragam não só muitas respostas a velhas perguntas, mas sobretudo novas perguntas que nos guiem na investigação dos segredos mais íntimos do Sol e das estrelas.

 


Por Salvador Nogueira – publicado no site Mensageiro Sideral

Publicado em - exploração espacial, Astronomia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Dia das Mães

Neste domingo, 14 de maio de 2017, é comemorado o Dia das Mães. Portanto, nossas homenagens vão para as mães que estão nos quatro cantos da Terra (ou no Espaço, como a astronauta da foto, com seu bebê).

Como dizia o poeta Mário Quintana:
MÃE…
São três letras apenas,
As desse nome bendito:
Três letrinhas, nada mais…
E nelas cabe o infinito
E palavra tão pequena
Confessam mesmo os ateus
És do tamanho do céu
E apenas menor do que Deus!

Publicado em - piadas, quadrinhos e charges, Diversão | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Satélite brasileiro é lançado em centro espacial na Guiana Francesa

Brasil lança satélite que permitirá acesso à banda larga em áreas remotas (Foto: Reprodução/NBR).

O governo brasileiro lançou, nesta quinta-feira (4), o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC). Ele será usado para as comunicações, principalmente para oferta de banda larga em áreas remotas, e será integralmente controlado pelo Brasil.

O lançamento ocorreu na base de Kourou, na Guiana Francesa. O satélite foi enviado dentro do foguete Ariane 5.

Com esse novo projeto, o Brasil deixará de alugar satélites de empresas privadas. O SGDC ajudará o país a “democratizar” o sistema digital.

Foguete Ariane 5 (Foto: Reprodução/Twitter/@Arianespace).

O satélite terá uso civil e militar e exigiu R$ 2,784 bilhões em investimentos. A vida útil do satélite é de 18 anos.

Além de ampliar a capacidade de telecomunicações e a cobertura de serviços de internet banda larga no Brasil, com foco em áreas de difícil acesso, ele fornecerá um meio seguro para transferência de informações civis e militares que envolvam a segurança nacional.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que além da independência da soberania, por ser o primeiro satélite totalmente operado por brasileiros, o satélite vai acabar com o apartheid digital.

Satélite brasileito foi lançado nesta quinta-feira (4) (Foto: Reprodução/TV Globo).


Fonte: G1

Publicado em - exploração espacial, Astronomia | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Google faz homenagem à sonda Cassini, da Nasa

Imagem: Google Discovery

O Google está fazendo uma homenagem a Nave Cassini que, após 20 anos registrando imagens de Saturno e suas luas, se prepara para encerrar a missão ao mergulhar no interior do gigante gasoso.

“Saturn, prepare-se para o seu close-up! Hoje, a sonda Cassini começa uma série de rusgas entre Saturno e seus anéis. Estas acrobacias cósmicas são parte do dramático ‘grande final’ da Cassini, um conjunto de órbitas oferecendo terráqueos um olhar sem precedentes no segundo maior planeta do nosso sistema solar”, publicou o Google.

“Ao mergulhar nessa fronteira fascinante, Cassini vai ajudar os cientistas a aprender mais sobre as origens, massa e idade dos anéis de Saturno, bem como os mistérios do interior do gigante gasoso. E, claro, haverá adições deslumbrantes para já impressionante da galeria de fotos da Cassini. Cassini recentemente revelou alguns segredos de Encélado, a lua gelada de Saturno – incluindo condições amigáveis para a vida! Quem sabe o que este explorador vai descobrir no capítulo final de sua missão?”.

“Cassini é um esforço conjunto da NASA, a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Agência Espacial Italiana (ASI). A sonda começou sua jornada de 2,2 bilhões de milhas há 20 anos e está junto à Saturno desde 2004. Ainda este ano, a Cassini vai dizer adeus e se tornar parte de Saturno quando ela cair através da atmosfera do planeta. Mas, primeiro, ela tem alguns passeios espetaculares para fazer!”, fecha a nota.

Abaixo, você pode ver um rascunho do Doodle, feito pelo doodler Nate Swinehart, antes de sua produção final:


Fonte: Google Discovery

Publicado em - curiosidades, Astronomia | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário

Nova linha da Lego vai homenagear as mulheres cientistas da NASA

(Foto: Lego/NASA/Maia Weinstock)

A Lego anunciou que vai trabalhar em parceria com a NASA para lançar uma linha de personagens cientistas, chamada “Mulheres na NASA”.

A coleção inclui personagens importantes para o desenvolvimento da ciência no geral, como a programadora Margaret Hamilton, a astrônoma Nancy Grace Roman, as astronautas Sally Ride e Mae Jemison — a primeira mulher afro-americana a ir ao espaço — e a matemática Katherine Johnson, que teve sua história contada no filme “Estrelas Além do Tempo”, interpretada pela atriz Taraji P. Henson.

(Foto: Maia Weinstock)

A ideia da homenagem veio da editora adjunta do MIT News Maia Weinstock. “As mulheres têm desempenhado um papel fundamental na história do programa espacial da NASA”, afirmou Weinstock na proporta do projeto que apresentou à empresa. “Ainda assim, em muitos casos, suas contribuições são pouco conhecidas ou subestimadas.”

A previsão é que a novidade esteja nas lojas no fim de 2017 ou início de 2018.

(Foto: Maia Weinstock)

Agora é esperar que a coleção chegue nas lojas. Fiquem atentos! Até a próxima, caros leitores astronautas.


Fonte: REVISTA GALILEU

Publicado em - curiosidades, Astronomia | Marcado com , , , | Deixe um comentário

O Homem E.T.

Homem gasta fortuna para se tornar “alien” sem gênero (imagem: Curiosamente)

Aos 22 anos, o norte-americano Vinny Ohh já gastou equivalente a R$ 152 mil em procedimentos plásticos para se tornar um “alien”. Ela já passou por 110 procedimentos para ficar com o visual atual e planeja se submeter a outras ainda mais invasivas. Ele quer remover sua genitália, mamilos e umbigo para que tenha a aparência de acordo com a forma que se sente.

De acordo com o jornal inglês Daily Mail, Vinny iniciou os procedimentos aos 17 anos, com preenchimento labial. Logo depois fez plásticas no nariz, no queixo e sobrancelhas. Além de inúmeros procedimentos de pele.

“Quero ser um alienígena sem sexo e sem gênero desde que tenho 17 anos. Não quero que as pessoas pensem que estou tentando virar uma mulher. Eu poderia viver sem órgão sexual então por qual motivo eu deveria ter um pênis ou uma vagina”, afirma. “Me sinto como um marciano”, complementa.

Além das plásticas, o rapaz ainda usa lentes de contato, garras postiças e pinta o cabelo, tudo para ficar ainda mais parecido com o que considera ser “alien”. Mais fotos de Vinny podem ser vistas em seu perfil no Instagram @vinnyohh


Fonte: Curiosamente

Publicado em - curiosidades, Astronomia | Marcado com , , | 1 Comentário

Prepare-se para o incrível eclipse do Sol deste domingo

aanhggc-img

© image/jpeg eclipse-geral-arizona-20120521-01-original.jpeg

O domingo de Carnaval será acompanhado de um espetáculo a mais: um eclipse do Sol que poderá ser admirado de quase todas as regiões do país. Em algumas partes do globo como o sul do Chile, Argentina e África ele será total (quando a Lua encobre o Sol completamente), mas, aqui no Brasil, será parcial e uma meia-lua luminosa poderá ser vista no céu. O fenômeno deve atingir seu ponto máximo entre 11h e 12h30 e pode durar até 3 horas, dependendo da localização do observador.

Estados mais ao sul terão uma visualização melhor do eclipse – mas isso não impede que outras regiões possam ver pelo menos uma parte da Lua encobrindo o Sol. Segundo o astrônomo Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), apenas algumas partes do Maranhão, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia e Pará não conseguirão ver nada. “De maneira geral, quanto mais ao sul do país, maior a fração do Sol que será encoberta pela Lua”, afirma. De acordo com ele, em alguns estados a sombra da Lua poderá ocultar até 70% do Sol.

O horário máximo do eclipse também varia de acordo com a posição de quem observa. “A sombra da Lua se desloca do Oeste para o Leste. Portanto, os territórios mais a Oeste verão o fenômeno antes do que as regiões mais próximas do oceano”, diz Rojas. Cidades que ficam perto das fronteiras com a Argentina e o Paraguai poderão observar o auge do eclipse por volta das 11h, enquanto em estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília isso acontece um pouco mais tarde, em torno das 11h30. Os últimos a ver o eclipse serão os observadores da Paraíba e do Rio Grande do Norte, que só poderão admirá-lo perto das 12h30. “Vale a pena estar de prontidão pelo menos meia hora antes destes horários para acompanhar o desenrolar da fase máxima do eclipse parcial”, comenta o astrônomo.

Como se preparar

Alguns cuidados, no entanto, são necessários na hora de assistir ao espetáculo. Os astrônomos orientam os observadores a nunca olhar diretamente para o Sol, pois intensa radiação solar pode danificar a visão em instantes. Para poder admirar o eclipse sem riscos, Rojas sugere utilizar um vidro de máscara de solda – os mais espessos, de tonalidade 14, fornecem a proteção adequada. Outros materiais caseiros como óculos escuros, chapas fotográficas veladas e chapas de raios-x não devem ser usados com essa finalidade.

Para quem quiser uma maior precisão, o astrônomo também indica verificar o horário exato em que o eclipse irá ocorrer na sua cidade com a ajuda de um software planetário. “Também vale a pena procurar na sua região uma observação pública do eclipse. Muitos observatórios e clubes de astronomia irão promover eventos”, afirma.


Fonte: MSN Brasil

Publicado em - curiosidades, Astronomia | Marcado com , , | 1 Comentário