Água no universo

A Terra é o planeta água. Temos rios, lagos, lagoas, mares, oceanos e águas subterrâneas. Há as águas marinhas e salobras, águas glaciais e lençóis de gelo e vapor de água. A todo esse conjunto damos o nome de hidrosfera (p.s.: as águas correspondem a 71% de toda a superfície terrestre).

E além das fronteiras do nosso planeta? Será que existe água em algum lugar do espaço? Afinal, são bilhões de galáxias, cada uma com milhares (ou milhões) de estrelas, e cada uma destas com seu sistema solar próprio. Hum… Acho que deve haver água por aí. Mas, onde?

Descoberta água congelada em cratera da Lua. Ampliação da imagem da pluma de material impelida pelo impacto na Lua. Divulgação/Nasa

A Nasa divulgou, em 13 de novembro de 2009, que foram encontrados na Lua cerca de 90 litros de água sob forma de gelo congelado há bilhões de anos e que estavam escondidos em cratera lunar. A descoberta foi feita graças à missão Lcross, que ‘bombardeou’ a Lua no dia 9 de outubro de 2009.

Depois de percorrer nove milhões de quilômetros em 113 dias, o foguete Centauro se separou do satélite Lcross e se chocou com a Lua em alta velocidade na região permanentemente sombreada da cratera Cabeus, perto do pólo sul lunar (p.s.: foi lá que foi encontrada água congelada).

Imagem feita a partir de fotografias de satélite e modelos 3-D mostra as marcas feitas pelo fluxo de água em cratera de Marte (Foto: NASA/JPL-Caltech/Univ. of Arizona)

Água na Lua… Ok! Mais algum palpite? Marte? A Nasa divulgou, em 4 de agosto de 2011, que a sonda espacial Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) encontrou evidências de que água corre em Marte durante períodos de calor.

As fotografias mostram estruturas escuras e compridas no solo marciano durante a primavera e o verão do planeta. No inverno, elas desaparecem e retornam na primavera seguinte.

Se a água for salgada, isso explica por que congela mais tarde do que seria esperado. Água pura congelaria na temperatura local, mesmo no verão.

A descoberta é o mais perto que os cientistas já chegaram de encontrar água líquida no planeta. Água congelada foi detectada perto da superfície em diversos pontos.

Concepção artística do "Grande Lago", na lua Europa de Júpiter. Foto: University of Texas at Austin

E quanto a Júpiter? Haveria água no planeta gigante gasoso do sistema solar? E se houvesse água numa das luas de Júpiter? Hum… Vejamos.

Europa, a brilhante e enigmática lua de Júpiter (p.s.: pensou que era o continente, né), pode esconder um corpo hídrico do tamanho dos Grandes Lagos da América do Norte. O anúncio foi feito por astrônomos nesta quarta-feira (16 de novembro de 2011), em estudo publicado na revista científica Nature.

Com sua cobertura branca e gelada refletindo o distante Sol, Europa é o segundo satélite mais próximo de Júpiter. Fotos dela, enviadas pela nave Galileu durante exploração feita entre 1995 e 2003, mostram uma superfície castigada, marcada por rachaduras e gelo remexido.

O modelo dos cientistas sugere que a cobertura de gelo de Europa teria cerca de 10 km de espessura e dentro dela haveria grandes bolsões d’água, a cerca de 3 quilômetros de profundidade.

Onde mais haveria água nesse “mundão” de universo? Já descobriram gelo! Mas a água em estado líquido – que é boa pra beber – só existe no nosso planeta Terra! Então, não vamos desperdiçá-la, hein?

Anúncios
Esse post foi publicado em - exploração espacial, Astronomia e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s