A China vai à Lua

PARA O ALTO. Foguete sobe com a sonda Chang’e, parte do projeto chinês de conquista da Lua

A China não para de crescer. Não bastassem as previsões de que os chineses serão os donos do mundo, eles já anunciaram que irão conquistar o espaço e levar o primeiro taikonauta – designação dos astronautas do país – a pisar na Lua.

O gigante asiático investe na exploração do espaço desde os anos 1950. Em 2003, a China colocou um taikonauta na órbita da Terra. Em 2008, foi a vez da primeira caminhada espacial. E tem mais: o lançamento de sondas lunares poderão proporcionar, em 2020, o pouso na Lua de uma missão não tripulada.

Os cientistas chineses estimam que, até 2025, um conterrâneo passeie pela Lua. Nos anos 1960 e 1970, os Estados Unidos já mandaram missões tripuladas à Lua, mas não têm condições de repetir a façanha tão cedo.

Desde a aposentadoria dos ônibus espaciais, em julho de 2011, os norte-americanos estão a pé, pegando carona com os russos até a Estação Espacial Internacional, que fica a 400 quilômetros da Terra. Mas a Lua está a uma distância superior a 356.000 quilômetros.

É verdade que os EUA deram uma “mãozinha” involuntária aos chineses. Nos anos 1990, os “olhinhos puxados” adquiriram conhecimento em tecnologia aeroespacial graças a acordos comerciais com companhias dos EUA.

Mas quando os EUA vetaram a participação chinesa no consórcio de 15 países da Estação Espacial Internacional, os “chinas” resolveram criar sua própria estação, que já tem um módulo em órbita e deve estar funcionando plenamente em 2016.

Acompanhe a trajetória chinesa na exploração do espaço:

Créditos: Revista Isto É Independente

Os chineses querem fincar a bandeira vermelha na Lua, mas não fica por aí. Eles continuam investindo em tecnologia e, em alguns anos, poderão se tornar os imperadores do espaço.

O que dirão quando pisarem na Lua pela primeira vez? Provavelmente não iremos entender nada do que falarem, mas fica a sugestão: “Este é um pequeno passo para a China, mas um grande chute na América”.

Anúncios
Esse post foi publicado em - exploração espacial, Astronomia e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s