Entrevista com o autor Rômulo Bourbon

layout_facebook_130219

Entrevista com o autor Rômulo Bourbon para o Varejão do Estudante (Em: 19/02/2013, por Bloguito – O blog do Varejito) – http://www.bloguito.com.br/

Galera, vale a pena conferir a entrevista com o autor Rômulo Bourbon para o Varejão do Estudante. Na conversa, falamos sobre o projeto do livro “A Lua Tristonha” e sobre como surgiu o blog, que hoje tem quase 100.000 visitantes. Confira esse bate-papo astronômico no “Bloguito – O blog do Varejito”, em: http://ow.ly/hR0rb

No mundo da lua!
Postado por Bloguito em fev – 19 – 2013

Essa semana eu resolvi fazer uma viagem bem diferente. Nada de pegar avião, ônibus ou navio. Usei uma nave espacial e fui até a lua, conversar com ela. Soube que estava tristonha, pois quando ela se enchia e se iluminava para todos nós, a gente dormia. E ela ficava lá, sozinha no céu. E sabe como descobri isso? Quem me contou tudo foi Rômulo Bourbon, autor do livro A Lua Tristonha. O meu bate-papo com Rômulo foi tão legal, que eu resolvi compartilhar com vocês.

Varejito – Quando você começou a escrever?

Rômulo – Sempre gostei de escrever. Desde a época da adolescência, eu costumava inventar estórias, poemas e contos. A ideia de criar A Lua Tristonha surgiu há muitos anos. Para ser sincero, não lembro exatamente quando escrevi o texto original, só sei que faz bastante tempo.

Varejito – E como foram esses primeiros textos para A Lua Tristonha?

Rômulo – O texto era simples, tinha apenas duas páginas. De lá para cá, a estória sofreu muitas alterações, especialmente nos anos de 2010 e 2011. Porém, a essência sempre foi a mesma desde o início, ou seja, buscava retratar a Lua, que vivia triste e solitária durante as madrugadas silenciosas, sem a presença das pessoas nas ruas. Já o Sol não tinha o que reclamar, pois as manhãs eram sempre muito movimentadas.

Varejito – Então a Lua é a grande protagonista do livro?

Rômulo – Os personagens eram, basicamente, apenas a Lua, o Sol e as estrelas. Mas faltava algo, faltava alguém. Foi assim que, em fevereiro de 2010, inspirado principalmente em minha filha, resolvi criar Luana, a protagonista da estória, juntamente com a Lua. Nessa época, muitos elementos novos acerca da Lua – não concebidos no texto original – foram inseridos na estória.

Varejito – o livro A Lua Tristonha é apenas uma ficção?

Rômulo – O livro responde a perguntas como: quais são as fases da Lua? O que é eclipse solar total? O que significa perigeu lunar? Então, além da ficção, o livro tem um componente didático, servindo para ensinar às crianças os segredos da Lua e despertar nelas o interesse pelo incrível mundo da astronomia.

Varejito – Além do livro, você tem um blog. O que podemos encontrar nele?

Rômulo – Quanto ao blog (https://aluatristonha.wordpress.com/), a proposta inicial, quando o criei, em julho de 2011, foi ter um espaço para divulgação do livro, que estava prestes a ser lançado. Ao mesmo tempo, criei um espaço para que crianças e adolescentes pudessem aprender um pouco mais sobre o fantástico mundo da astronomia de uma forma simples e divertida. No blog, você encontra jogos, piadas, enquetes, vídeos e muitos posts divertidos sobre nosso Planeta Terra, os astros do sistema solar (o sol, a lua, os planetas etc) e toda novidade sobre a exploração do universo. É um trabalho que faço com muito prazer, não dá o retorno financeiro, mas traz uma enorme satisfação pessoal saber que pessoas do mundo inteiro estão lendo e curtindo o que escrevo.

Anúncios
Esse post foi publicado em - Rômulo Bourbon, Literatura e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s