Pernambucana conquista o bronze em Olimpíada de Astronomia

larissa-medalha-1

Professor de Larissa foi recebê-la no no aeroporto.
(Foto: Guilherme Pereira / Acervo Pessoal)

Um bronze que vale ouro! Larissa Aquino foi a única menina e única nordestina a participar da 7ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica, realizada entre 27 de julho a 5 de agosto, na cidade de Volos, na Grécia. A pernambucana voltou ao Recife na terça-feira (6 de agosto) e trouxe estampada no peito a medalha de bronze!

logo_wh_460_320Larissa Aquino, 18 anos, é estudante do terceiro ano do ensino médio do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), do curso de Segurança do Trabalho. Ela passou quase 7 dias na Grécia, em companhia da equipe que representou o Brasil, composta por outros quatro estudantes de São Paulo.

Essa turma fez bonito! Além da pernambucana, ganharam medalhas de bronze Fábio Kenji Arai e Allan dos Santos Costa, ambos de São Paulo. Os estudantes Daniel Mitsutani e Luís Fernando Valle, os dois também de São Paulo, conquistaram a prata. Este foi o melhor desempenho do país na competição.

daniel-fabio-larissa-luis-fernando-e-allan

Daniel, Fábio, Larissa, Luís Fernando e Allan.

O professor de Larissa, Guilherme Pereira, foi recepcionar a estudante no aeroporto do Recife. Foi ele quem despertou na jovem a admiração e interesse pela astronomia. “Sempre acreditei nela, desde que começamos a ter esse treinamento na área que Larissa se destacou. Estamos todos muito felizes com o resultado”, falou.

“Fiquei muito satisfeita com minha medalha. A olimpíada foi muito legal, as provas foram muito boas. Deu também para conhecer pessoas novas, de vários locais do mundo”, falou Larissa Aquino.

A equipe foi comandada pelos professores Eugênio Reis, do Museu de Astronomia e Ciências Afins, e Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos. A prova da Olimpíada Internacional consistiu em quatro partes, em quase uma semana: duas avaliações teóricas, uma individual e outra em grupo, com os outros quatro representantes de um mesmo país. Em seguida, houve uma prova estatística e outra observacional, que envolve análise de estrelas, planetas e manuseio de telescópios.

Fonte: G1

Anúncios
Esse post foi publicado em - curiosidades, Astronomia e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s