História do Universo

historia-do-universo-edmac-lima-trigueiro-8576795507_300x300-PU6eb9f0be_1

História do Universo, de Edmac Trigueiro.

Você está na livraria e percebe que, na prateleira, há um livro chamado História do Universo, de Edmac Trigueiro. Daí, o que você pensa sobre o autor? Seria ele um astrônomo? Um físico? Um cientista?

Descobriu? Hum. Acho que não! Pois saiba que o autor dessa ótima obra sobre o universo é – pasmem – um bacharel em Direito!

Você sabia que o autor já exerceu vários cargos públicos no Brasil? Pois é! Ele até já trabalhou como Promotor de Justiça! Mas, qual a relação entre a Justiça e o Universo?

justice

Em Roma, a Justiça era representada por uma estátua, com olhos vendados, visa seus valores máximos onde “todos são iguais perante a lei”.

Bom, vamos deixar esse papo da área do Direito para os advogados e juízes “quebrarem a cabeça”. Vamos falar sobre o livro, né?

O livro História do Universo, de Edmac Trigueiro, foi lançado pela Novo Século Editora, em 2011. A obra foi fruto de estudos do autor durante 4 anos. A bibliografia utilizada para as pesquisas é bem extensa.

“Pesquisador sério, Edmac não cai nas armadilhas tão comuns para o escritor leigo em Física” – comenta Cláudio Lenz Cesar, Professor do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Hum… Leigo???? O cara sabe muito, isso sim! É um verdadeiro autodidata em física!

autodidata_entrevista

Isso mostra que, para escrever sobre astronomia, o autor não precisa ser cientista, basta ser apaixonado pelo conhecimento. Mas, vamos ao conteúdo.

No capítulo I, intitulado “Em Busca da Partícula Elementar do Universo”, o autor inicia sua viagem cósmica sobre a história do universo primeiro falando de que ele é feito. “O universo é feito de átomos! Esses átomos interagem entre si através das quatro forças que existem na natureza, a força da gravidade, o eletromagnetismo, a força fraca e a força forte” – explica Edmac.

1235989_545845715464497_2108126461_n

“Eu, um universo de átomos… Um átomo no universo” – frase de Richard Feynman.

Você sabia que eu, você, seu cachorro, as plantas, ou seja, toda a matéria é composta de átomos? “O átomo é muito pequeno (…), cerca de um milhão de vezes menor do que um grãozinho de areia” – explica o autor.

O átomo é uma unidade básica de matéria que consiste num núcleo central de carga elétrica positiva, composto por prótons e nêutrons, envolto por uma nuvem de elétrons de carga negativa.

Atomo[1]

Estrutura do átomo.

O autor explica que “toda essa matéria, desde a que compõe a Lua ou o mais distante dos planetas, é formada por apenas diferentes combinações e arranjos dos mesmíssimos 92 tipos de átomos existentes na natureza, do mais leve deles, o hidrogênio (nº 1 da tabela periódica, cozinhado no Big Bang), ao mais pesado, o urânio (nº 92, com 92 prótons dentro de seu núcleo, cozinhado na explosão de uma estrela gigante chamada supernova)”.

Continua o autor esclarecendo que “esses elementos que compõem a matéria universal são os mesmos que são encontrados aqui na Terra, em maior ou menor proporção, ou seja, a mais distante das estrelas ou o mais distante dos planetas, perdidos na imensidão vazia do espaço sideral, são formados pela mesma essência do que somos formados”.

pergunto23bEntretanto, ressalta o autor que, para cada uma das quatro forças da natureza, “existe uma partícula de força associada chamada de bóson (…), uma partícula elementar do Universo”.

Aí você vai se perguntar: mas, e a discussão dos cientistas modernos sobre o bóson de Higgs, a chamada “Partícula de Deus”? Bom, ela seria uma partícula subatômica, considerada uma das matérias-primas básicas da criação do universo. Mas, vamos deixar essa conversa pra depois, ok?

Nos capítulos II, III e IV, o autor fala sobre Isaac Newton e Albert Einstein, os quais são considerados os dois maiores físicos de todos os tempos e são os personagens principais do livro.

Newton e Einsten No Capítulo V, o autor fala sobre “A Composição do Universo”, ou seja, aborda os vários tipos de objetos celestes que compõem o universo: as galáxias, as estrelas, os planetas, asteroides, cometas, nebulosas etc.

No Capítulo VI, o autor fala sobre “A Origem do Universo”. E falar desse assunto é falar do Big Bang, ou seja, “no início de tudo, o Universo inteiro estava espremido em um ponto de raio praticamente zero.”.

No Capítulo VII, o autor vai “Em Busca  de Uma Teoria Final de Tudo”. E, no Capítulo VIII, o autor nos chama a atenção: “Somos Especiais?”. Hum! Será que estamos sós mesmo?

cnot_8101

Como diz o autor: “Em um Universo de bilhões de anos-luz de extensão, com bilhões de estrelas no firmamento, bilhões de galáxias, com um pequeno planeta como o nosso, fazendo parte de uma galáxia comum como a nossa, é no mínimo muito estranho e pretencioso pensarmos que tudo isso foi criado para nós e por causa de nós.”.

E vocês, leitores astronautas? O que pensam disso? Estamos sós? Ou não? Hum! Que mistério, hein? Até a próxima!

Fonte: História do Universo / Edmac Trigueiro. Osasco, SP: Novo Século Editora, 2011.

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em - outros, Literatura e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s