Plutão quer voltar no tapetão

tapetao-300x250e

No meio futebolístico, damos o nome de “Tapetão” às decisões de juízes e tribunais que influenciam a classificação dos times de futebol. Estes, ao invés de conquistarem a vitória “na bola” e no “gramado”, recorrem às canetas e aos processos.

Um exemplo claro é o do Fluminense, que seria rebaixado à segunda divisão neste ano de 2014, mas foi favorecido por “cartolas” e continuou na série A, trocando de lugar com a Portuguesa, que foi para a série B.

Mas o que dizer de planetas voltarem à primeira divisão? Pois saiba que astrônomos americanos estão tentando trazer Plutão de volta à primeira divisão no tapetão.

tapetc3a3o

Diferentemente do Fluminense, que não foi rebaixado à segunda divisão, Plutão foi rebaixado, em 2006, à categoria de “planeta-anão”, deixando de fazer parte da elite do sistema solar, que permaneceu exclusivamente formada pelos planetas Mércurio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

A decisão foi tomada por membros da União Astronômica Internacional reunidos em Praga, na República Tcheca, em 24 de agosto de 2006. Para saber mais, releia Plutão: o anão rejeitado.

plutao

Entretanto, o Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica, em Cambridge, Massachusetts (EUA) realizou, em 18 de setembro de 2014, um debate público entre três astrônomos, defendendo diferentes definições para a palavra “planeta”. Ao final, os presentes votaram pela restauração do bom nome de Plutão.

Descoberto em 1930 pelo americano Clyde Tombaugh, Plutão foi considerado o nono planeta até 2006, quando a União Astronômica Internacional estabeleceu pela primeira vez a definição do termo “planeta”, qualificando-o como um objeto que preenche três pré-requisitos:

a) orbitar o Sol;
b) ser aproximadamente esférico;
c) ter “limpado” a região de sua órbita — ou seja, ser o astro dominante em sua trajetória em torno do Sol.

plutão

Plutão passa nos dois primeiros critérios, mas falha no terceiro: ele faz parte do cinturão de Kuiper, um repositório de objetos gelados dos mais diversos tamanhos, dos pequenos pedregulhos a astros do porte do antigo nono planeta.

Como prêmio de consolação, a União Astronômica Internacional criou a categoria dos planetas anões — uma espécie de segunda divisão planetária — e enquadrou Plutão nela. E o Sistema Solar passou a ter oficialmente apenas oito planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

pluto-cartas

REABRINDO O DEBATE
Os astrônomos americanos parecem ter um apreço especial por Plutão. Não só por ter sido descoberto por um conterrâneo, mas por terem uma sonda prestes a chegar lá: a “New Horizons”, que foi lançada em 2006, alguns meses antes do rebaixamento.

O debate em torno de Plutão, pelo visto, ainda está longe de chegar ao fim. Os astrônomos “cartolas” querem uma reviravolta no “Tapetão”. Mas, convenhamos, essa “virada de mesa” não seria como as do futebol brasileiro, afinal Plutão sempre foi considerado um planeta pela maioria das pessoas.

chargeplutao

Embora os astrônomos da União Astronômica Internacional achem que Plutão não deva ser chamado de planeta, é óbvio que trata-se de um lugar incrível e que sempre despertou nossa curiosidade, por se situar nos confins do sistema solar. Para todos os efeitos práticos, Plutão é tão interessante quanto qualquer planeta do Sistema Solar. Mesmo que não seja um deles.

Mas, se houver “Tapetão”…

Fonte: Mensageiro Sideral – UOL

Anúncios
Esse post foi publicado em - sistema solar: planetas e astros, Astronomia e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s