Pra ficar na história – Robô pousa em cometa

comemora

Técnicos da Missão Rosetta, da Agência Espacial Européia (ESA), comemoram a confirmação do pouso no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, ocorrido no início da tarde desta quarta-feira (12) (Foto: Reprodução/ESA)

O dia de hoje, 12 de novembro de 2014, entrará para a história como o data em que uma máquina criada pelo homem conseguiu pousar em um cometa. A façanha foi alcançada pelo robô Philae, que viajou na sonda Rosetta até chegar ao cometa Churyumov-Gerasimenko. O pouco ocorreu às 13h35.

A missão foi desenvolvida pela Agência Espacial Européia (ESA, sigla em inglês da European Space Agency) e durou mais de dez anos. Nos próximos dias, o Philae irá estudar o cometa, em busca de pistas sobre a formação dos planetas do Sistema Solar e sobre a origem da vida na Terra.

A Agência Espacial Européia recebeu a confirmação às 14h03 de que o módulo espacial Philae tocou o solo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, uma massa imensa com superfície composta de gelo e poeira.

A chegada ocorreu 28 minutos e 20 segundos antes, já que existe um intervalo entre a emissão do sinal da Rosetta e a recepção dele na Terra – tempo chamado pelos cientistas de “minutos de terror”.

sonda1

Mensagem publicada em inglês na conta do Twitter @Philae2014, do módulo espacial liberado pela sonda Rosetta, diz “Aterrissei! Meu novo endereço: 67P!”, em referência ao cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko (Foto: Reprodução/Twitter/@Philae2014)

Compostos químicos, gases e muita poeira presentes no cometa podem conter respostas sobre a formação dos planetas do Sistema Solar. Além disso, apontariam aos cientistas uma direção para descobrir como a vida surgiu. Uma das teorias sobre o início da vida na Terra sugere que os primeiros ingredientes da chamada “sopa orgânica” vieram de um cometa, considerados alguns dos corpos celestes mais antigos do Sistema Solar.

philae

Imagem feita pela sonda Rosetta mostra o módulo espacial Philae seguindo em direção ao cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko (Foto: ESA/Rosetta)

Veja a sequência de eventos registrada até agora (no horário de Brasília):

07:03. Separação da Philae a 22,5 km do núcleo. Começa a fase de descida e pouso.
07:43. A Rosetta executa uma manobra de afastamento.
08:00. O controle da missão recebe a imagem de “despedida” da Philae após se soltar da Rosetta.
09:03. A sonda Rosetta aponta para a Philae para poder receber seus dados.
14:03. Pouso da Philae
15:00. Divulgação das primeiras imagens.
15:03. Início das primeiras operações de ciência.

philae_2

Foto mandada pelo módulo Philae durante a aproximação do cometa, a cerca de 3 km do corpo celeste (Foto: ESA/Rosetta/Philae/CIVA)

sonda

Philae mandou imagem logo após se desprender da Rosetta (Foto: ESA/Rosetta/Philae/CIVA )

000_par7945357_1

Foto de 3 de agosto feita pela sonda Rosetta mostra o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko a 285 km de distância (Foto: ESA/Rosetta/MPS for OSIRIS Team / AFP)

Confira a transmissão que ocorreu ao vivo diretamente da Agência Espacial Européia para o mundo, quando técnicos celebraram o pouso do robô Philae no cometa Churyumov-Gerasimenko:

De G1Folha de São Paulo

Anúncios
Esse post foi publicado em - exploração espacial, Astronomia e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Pra ficar na história – Robô pousa em cometa

  1. MATOS MENDES disse:

    Fiquei muito satisfeito pela ciência que o homem tem em pró da procura de outras terras, e que era difícil sonha-lo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s