O livro

A Lua Tristonha (2ª Edição)

O livro A Lua tristonha está à venda nos sites da editora Vieira&Lent e das livrarias Saraiva, Cultura, Travessa, Cia. dos Livros e Machado de Assis. Para adquiri-lo com o autor, mande e-mail para romulobourbon@hotmail.com

11917493_945451502160319_4982755206837362965_n» CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
ISBN: 978-85-8160-059-8 // Autor: Rômulo Bourbon // Ilustrador: Emerson Fialho // Idioma: Português // Formato: 19,5 x 25,5 // Páginas: 32 // Edição: 2ª // Ano: 2015 // Editora: Vieira&Lent, Rio de Janeiro-RJ

» SINOPSE
Nas madrugadas silenciosas, a Lua não tinha companhia e vivia triste. Mas, com a ajuda das estrelas, encontrou um jeito especial de encantar as pessoas. Você sabe quais são as fases da Lua? Já ouviu falar do eclipse solar total? Aprenda um pouco mais sobre o satélite natural da Terra com uma história comovente que narra o fascínio de uma menina pela Lua.

» PARADIDÁTICO ESCOLAR
O livro foi adotado como paradidático escolar, em 2012, para os alunos do 2º ano do ensino fundamental do Colégio Santa Catarina (Estrada do Arraial, 2740 – Tamarineira, Recife – PE, 52051-380 (81) 3334-1160).
     Para adotar o livro A Lua tristonha como paradidático em sua escola, entre em contato com a editora Vieira&Lent (RJ) ou fale com o autor pelo e-mail romulobourbon@hotmail.com

» A LUA TRISTONHA NO BRASIL E NO MUNDO
Em outubro de 2015, foi lançada a segunda edição do livro A Lua tristonha pela editora Vieira & Lent (RJ). O livro já esteve presente em exposições literárias, tais como a Bienal Internacional do Livro (PE),  a Fliporto (PE) e a Feira do Livro Infantil (CE).
     Além disso, o livro foi doado para as bibliotecas públicas do Planetário do Rio (Rio de Janeiro-RJ), do Planetário Calouste Gulbenkian (Lisboa-Portugal) e do Science Museum (“Museu da Ciência”), em Londres, Reino Unido.
     O livro também fez parte do Projeto “Acessibilize-se”, do Centro de Inclusão, Arte e Meio Ambiente (CIAMA Cultural), que – em parceria com a Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro-RJ –, busca tornar acessíveis obras das literaturas nacional e estrangeira a pessoas com deficiência visual.

» REDES SOCIAIS
Curta e siga A Lua Tristonha nas redes sociais:
Facebook
Twitter

» A 1ª EDIÇÃO
A 1º edição do livro A Lua tristonha foi lançada em agosto de 2011. Veja abaixo:


Especificações (1ª edição) –> ISBN: 9788537308554 // Autor: Rômulo Bourbon // Ilustrador: Emerson Fialho // Revisão: Leônidas Silva Jr. // Idioma: Português // Formato: 30 x 21 // Páginas: 24 // Miolo: papel couchê 170g, impressão 4-4 cores // Capa: papel triplex 250g, impressão 4-0 cores // Impresso por Bagaço // Edição: 1ª // Ano: 2011 // Edição do Autor // Recife-PE

» COMO NASCEU “A LUA TRISTONHA”

A ideia

Sempre gostei de escrever. Desde a época da adolescência, eu costumava inventar estórias, poemas e contos. A ideia de criar A Lua Tristonha surgiu há muitos anos. Para ser sincero, não lembro exatamente quando escrevi o texto original, só sei que faz bastante tempo.

O texto era simples, tinha apenas duas páginas. De lá para cá, a estória sofreu muitas alterações, especialmente nos anos de 2010 e 2011. Porém, a essência sempre foi a mesma desde o início, ou seja, buscava retratar a Lua, que vivia triste e solitária durante as madrugadas silenciosas, sem a presença das pessoas nas ruas. Já o Sol não tinha o que reclamar, pois as manhãs eram sempre muito movimentadas.

Os personagens eram, basicamente, apenas a Lua, o Sol e as estrelas. Mas faltava algo… faltava alguém… Foi assim que, em fevereiro de 2010, inspirado principalmente em minha filha, resolvi criar Luana, a protagonista da estória, juntamente com a Lua. Nessa época, muitos elementos novos acerca da Lua – não concebidos no texto original – foram inseridos na estória. O livro responde a perguntas como: quais são as fases da Lua? O que é eclipse solar total? O que significa perigeu lunar?

Assim, além da ficção, o livro tem um componente didático, servindo para ensinar às crianças os segredos da Lua e despertar nelas o interesse pelo incrível mundo da astronomia.

Desenhando o sonho

Assim como outras estórias, A Lua Tristonha ficou guardada durante anos no meio da minha papelada, até que, em dezembro de 2010, resolvi dar o pontapé inicial para a publicação do livro.

Primeiro, era preciso dar cores à minha imaginação, dar vida aos personagens. Mas como o meu talento para o desenho é inversamente proporcional ao meu talento para a escrita, passei a procurar um ilustrador.

Em dezembro de 2010, fiz meu primeiro contato com Emerson Fialho, desenhista profissional, responsável pela ilustração de vários livros publicados em editoras do Recife e com diversos trabalhos realizados para editoras de outros Estados.

Tivemos um contato inicial naquele mesmo mês. Durante um rápido café em um shopping no bairro de Casa Forte, fiquei deslumbrado com a qualidade dos desenhos de Emerson. A partir de então, não tive mais dúvidas de que seria ele quem iria ilustrar a minha estória. Esse foi o primeiro esboço da Lua, desenhado ali, na hora, em poucos minutos:

Ao escrever uma estória infantil, é comum que o escritor faça uma visualização mental dos seus personagens, dos lugares em que eles vivem e das coisas ao seu redor.

Comigo não foi diferente. Desde o começo eu imaginava como seriam os personagens da estória. As imagens eram claras em minha cabeça: a Lua e suas fases, o eclipse do Sol… Assim, procurei sempre colocar notas de rodapé no texto para indicar onde e como seriam os desenhos (“figura 1”, “figura 2”, “figura 3” etc).

Mas Emerson, com seu talento peculiar, não só fazia os esboços das ilustrações com base nas minhas ideias, como também, em muitos momentos, ousou inovar, colocando em prática toda a sua imensa criatividade. E essas inovações também exerceram influências positivas para o aprimoramento da obra.

À medida que Emerson me encaminhava novos esboços, eu apresentava os desenhos à minha filha, que, com sua imaginação aguçada, dava-me o maior respaldo que eu poderia ter, já que ela tinha o bom hábito de ler e já havia devorado vários livros infantis. Sem falar que ninguém melhor para dar palpites sobre as preferências das crianças do que uma criança, não é?

Observe, no esboço abaixo, que a Lua tinha uma mecha de cabelo e um laço. Perguntei a minha filha qual seria o enfeite mais bonito para a Lua. A garota não teve dúvidas: o laço! E, assim, o laço vermelho se tornou o enfeite escolhido para a capa do livro.

Confira abaixo outros esboços iniciais das ilustrações do livro:

Em maio de 2011, finalizamos os trabalhos de ilustração. Agradeço a Emerson pelo trabalho belíssimo, fruto de competência e amor pelo que se faz. O resultado poderá ser conferido no livro pela criançada. Espero que gostem!

11 respostas para O livro

  1. Muito bacana, meu amigo, parabéns! Fico feliz que tenha gostado e também fico muito lisonjeado pela participação na criação da sua obra. Parabéns e muito sucesso, você merece!

    Abraço cordial, Emerson Fialho.

  2. Gisele disse:

    Adorei encontrar o seu blog, tbém estou escrevendo um livro infantil que a muito tempo está em meus sonhos e em busca de um ilustrador.

    Achei o trabalho do Emerson muito bem feito. Tenho dúvidas sobre como remunerar o ilustrador, será que vc poderia me ajudar com dicas? Me desculpe a ousadia…

    • Oi, Gisele. Em um livro infantil, o ilustrador assume um papel de grande importância para o resultado da obra. Uma dica que posso lhe dar é a seguinte: começe a frequentar muitas livrarias e observe as ilustrações dos livros infantis. Sempre haverá uma ilustração que irá lhe chamar mais a atenção. Anote o nome do ilustrador e procure observar, nas referências bibliográficas, se há algum e-mail ou telefone de contato (pode ser do próprio ilustrador ou da editora). A partir daí, entre em contato com o ilustrador e pergunte bastante, até tirar todas as suas dúvidas. Depois é só escolher o profissional que mais se aproximar com a sua história. Se tiver interesse em entrar em contato com o desenhista Emerson Fialho, você pode visitar o blog dele, que é o seguinte: http://emersonfialhoartblog.blogspot.com/
      Boa sorte!!!

  3. maryanne disse:

    oi boa noite, minha filha ira fazer um trabalho sobre as fases da lua e vi na internet o seu livro e achei muito interessante.. não teria ele aqui em fortaleza? ou ele digital? fico no aguardo!!

  4. Olá, Maryanne. Devido ao bom sucesso das vendas, a primeira edição está quase esgotada e estamos viabilizando a segunda edição em breve. Restam alguns exemplares nas livrarias em Recife/PE, e também com este autor. Para você, que é de Fortaleza/CE, recomendo entrar em contato com o autor pelo e-mail romulobourbon@hotmail.com
    Um grande abraço!

  5. Pingback: A Lua Tristonha no Science Museum de Londres | A Lua Tristonha

  6. denise disse:

    ola gostaria de saber quem canta a musica?

  7. Mario Pimentel disse:

    Romulo, voce sempre foi uma pessoa diferenciada na escola em todos os sentidos e seu livro foi muito enriquecedor para meus filhos. Parabens e forte abraço.

  8. Pingback: Feira do livro infantil de Fortaleza (CE) | A Lua Tristonha

  9. Pingback: Fortaleza foi só festa com a Feira do Livro Infantil | A Lua Tristonha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s